Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Escrevo isto domingo, porque segunda feira, é o dia em que começo a minha quimio e radioterapia...

Estou em casa. A minha filha está deitada num sofá, a ver o Canal Disney, eu estou estou num outro sofá.  A mãe saiu, trabalha hoje...

Lá fora os meus dois cães estão deitados à porta de casa, e o meu gato insiste em dormir em cima da televisão (o que eu odeio).

(pausa)

Não sei porquê, mas hoje só me lembro do meu velho cão, Twiggy, que já morreu há muitos anos...

Uns bons vinte anos, diria mesmo...

Há uma semana atrás lembrei-me dele quando estava na consulta em Santa Maria...

(pausa)

Olhos negros de rafeiro...

Falavam para mim quando estava triste, ou com medo de alguma coisa...

Medo de estar sozinho em casa, sem os meus pais...quando era criança...

Medo de enfrentar um amor...quando era adolescente...

Sei que me entendia, talvez lesse o meu olhar como eu lia o dele...

Queria-te comigo hoje Twiggy...

Hoje estou com medo...

Aquele medo igual ao dia em que uns miúdos me tentaram bater, e tu não deixaste...

Aquele medo que tiveste quando um enorme cão te tentou matar na Praia de Carcavelos...e eu não deixei...

O medo de ver o meu corpo invadido por um líquido que me vai entrar talvez pelo braço,

O medo de ver o meu corpo ser invadido por raios que me vão atravessar pelas costas...

(pausa)

As corridas em volta da casa que davas quando eu chegava das aulas...

As vezes que me seguias até à estação do comboio porque querias que te levasse para a escola...

O orgulho que mostravas quando ficavas de guarda ao balde do peixe quando íamos à pesca...

A manha com que conseguias iludir os meus pais e dormias a noite toda comigo no meu quarto...

Queria-te comigo hoje Twiggy...

Sei que a partir de hoje o meu tumor vai encolher um bocadinho todos os dias...

Mas hoje estou com medo... sabes isso, não sabes?

 

 

Crónica lida Rádio Clube a 26 de Janeiro (Programa Janela Aberta - estou lá todos os dias às 18h15)

 

 

 


 

 

 

 



publicado por Novas Crónicas da Sala de Espera às 10:49 | link do post | comentar | favorito

Este é um díario, com cónicas que leio todos os dias no Rádio Clube, durante o programa Janela Aberta. São relatos da experiência que vivo na luta contra um tumor no recto. Emite todos os dias depois das 18h15.
mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

O problema da crescente b...

Tocam os Xutos...no meu p...

Crónica de dia do pai

É aqui que adormeço...nos...

Nascer copular e morrer.....

Vingarmo-nos de cancros c...

"A minha cadela acabou de...

Meu caro Tom Jobim...

O pai de um amigo...

Entre a Rádioterapia e a ...

arquivos

Dezembro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

links
blogs SAPO
subscrever feeds