Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2009

 

Soube ontem, por acaso, em conversa com uma médica...

Não são uma nem duas as pessoas que sofrem de cancro e não contam à família...

Não contam aos amigos nem aos colegas de trabalho...

A conversa era a propósito destas minha crónicas...

O impacto em quem me escuta...

O impacto que tem em mim...

Como me ajuda a vencer o cancro falando mal dele...chamando-lhe "Wally"...

Como me ajuda estar aqui...

Como me ajudam os emails de amigos...

Aqueles em que ainda me tratam pelo meu nome de infância...

" Espero que esta tua luta seja gloriosa e que daqui a pouco tudo isto nao seja mais que uma mà recordaçao, para ti e para nos todos que gostamos muito de ti. Senao, ca estaremos também para o que der e vier...

Conta sempre comigo amigo. Boa sorte."

Escreveu-me Isabel lá de Paris...

"Não estás sózinho", escreveu-me Cristina, amiga de longa data...

"Vai ultrapassar isto", insistem a Rósário e a mãe...

"Estou contigo", escreveu-me o Paulo de Manchester...

"Força amigo", um incentivo da Diana e do Zé, em São Paulo

"Ainda um dia escreves um livro..."

Diz-me o Rui, lá no seu escritório em Paço de Arcos...

"A família está cá para ajudar", garante-me o Bruno...

"Estamos aqui!", dizem-me os meus irmãos e a minha mãe...

"Havemos de dar o tal passeio de Cacilheiro", desafia a Nina

"Vamos beber um café", convida o Carlos...

Teresa e Aurélio, amigos, também, que seria de mim sem o vosso apoio?

(pausa)

Como posso eu ficar indiferente perante a solidão de quem se cruza comigo nas salas de espera?

Quem volta para casa para fingir que é só uma dor...

Que comeu qualquer coisa estragada...e vomita por isso mesmo...

Que a dor no peito, é de uma coisa que não é nada...

Se é o caso de alguém que me ouve...peço-lhe que não sofra em silêncio...

A química da amizade e dop amor é a melhor quimioterapia que conheço...

Faz parte do nosso tratamento...

 É a melhor maneira de mandar o cancro dar uma curva ao bilhar grande...

Lida no RCP a 11 de Fevereiro de 2009
Todas as cronicas em: http://radioclube.clix.pt/podcast/index.aspx?id=135

 

 

 

 



publicado por Novas Crónicas da Sala de Espera às 17:36 | link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Este é um díario, com cónicas que leio todos os dias no Rádio Clube, durante o programa Janela Aberta. São relatos da experiência que vivo na luta contra um tumor no recto. Emite todos os dias depois das 18h15.
mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

O problema da crescente b...

Tocam os Xutos...no meu p...

Crónica de dia do pai

É aqui que adormeço...nos...

Nascer copular e morrer.....

Vingarmo-nos de cancros c...

"A minha cadela acabou de...

Meu caro Tom Jobim...

O pai de um amigo...

Entre a Rádioterapia e a ...

arquivos

Dezembro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

links
blogs SAPO
subscrever feeds